Como prometido, gravei um vídeo mostrando os acessórios das lancheiras das crianças para o ano de 2016. Mostrei tudo o que vamos usar e prometi deixar os links aqui no blog, então vamos lá:

Pote EasyLunchBoxes: Disponível para compra nos EUA (Amazon)
Pote Sistema: Disponível para compra nos EUA (Amazon)
Kit de Alimentação Munchkin: Disponível para compra no Brasil ou nos EUA (Amazon)
Formas de silicone: Disponível para compra no Brasil, nos EUA (BentoUsa) ou China (Aliexpress)
Cortadores: Disponível para compra no Brasil, nos EUA (BentoUsa) ou na China (Aliexpress)
Garrafa Thermos: Disponível para compra no Brasil e nos EUA
Pote Thermos: Disponível para compra no Brasil e nos EUA
Caneca térmica: Disponível para compra no Brasil
Gelo em Gel: Disponível para compra no Brasil e nos EUA (Amazon)
Lancheira Skip Hop: Disponível no Brasil e nos EUA (Amazon)
Lancheira Puket: Disponível no Brasil

Alguns exemplos das lancheiras estão na galeria abaixo:



Se você quiser dar uma olhada nos posts ou vídeos anteriores (sobre lancheiras), vou deixar os links abaixo:

Post: Esclarecendo dúvidas sobre as lancheiras
Post: A lancheira e seus acessórios (2013)
Post: A lancheira e seus acessórios (2014)
Post: Montando as lancheiras
Post: Cortadores e forminhas para deixar os lanches mais divertidos!
Vídeo: O que as crianças levam na mochila da escola
Vídeo: Ideias de lanche para a escola

Compartilhe ❤

Sempre que compartilho fotos de alguma lancheira que tenha gelatina no meio, me chovem perguntas do tipo “como você consegue mandar gelatina no lanche da escola sem que ela derreta?”. Eu optei por tentar mandar esse tipo de comida simplesmente porque os meninos adoram e é legal dar uma variada no cardápio, principalmente por causa de todas as restrições alimentares que eles têm.

Antes de passar a receita, eu queria ressaltar duas coisas:

A conservação do lanche: independente da presença de gelatina, eu deixo o lanche na geladeira até a hora de sair (se tiver gelatina, deixo 10 minutinhos no freezer), depois sempre guardo o pote dentro de uma lancheira térmica e coloco um barra de gelo em gel para garantir a conservação do que quer que tenha no cardápio.
– O horário do lanche: os meninos lancham em até duas horas depois que chegam na escola. Se fosse para mandar a lancheira pela manhã e eles só comerem pela tarde, com certeza não daria certo. Não sem uma geladeira na escola e, no caso deles, eu não conto com esse recurso.

Esses dois pontos realmente influenciam na hora de decidir o que eu posso e vou colocar no lanche deles. Agora vamos voltar ao assunto gelatina. Você basicamente tem duas opções: fazer a gelatina industrializada (em pó, com sabor) ou fazer a gelatina com suco natural, do zero.

Se você for pela opção número 1, o melhor método é reduzir a quantidade de líquido em relação ao pó da gelatina, assim ela fica mais durinha e resistente. Normalmente a preparação é da seguinte forma: dissolva o pó em 250ml de água fervente e depois acrescente 250ml de água gelada. A minha dica é: dissolva o pó em 150ml de água fervente e depois acrescente 150ml de água gelada. Assim sua gelatina com certeza vai ficar mais firme e derreter mais devagar.

Como eu evito industrializados aqui em casa, quando tem gelatina é porque eu fiz com suco natural mesmo (opção número 2). A preparação do suco é fácil: você escolhe a fruta (ou polpa) e bate com água. Se o suco precisar ser coado, coe nessa etapa. Tente usar um copo de medida para ter uma noção de quanto suco você tem. Eu normalmente faço 200ml ou 400ml de suco para a gelatina. O próximo passo é levar esse seu suco ao fogo baixo junto com a gelatina em pó. Aqui, mais uma vez, você tem duas opções: gelatina em pó convencional ou o ágar-ágar. A gelatina em pó convencional é aquela velha conhecida, simplesmente uma gelatina sem sabor.

gelatinas

Optando pela gelatina em pó, é só conferir a quantidade de líquido que se pede na instrução de preparo do produto e a quantidade de suco que você já tem. Se você tem 200ml de suco e no produto eles indicam que você use uma colher de sopa para cada 200ml (quantidade inventada por mim), você teoricamente usaria essa colher de sopa, certo? Só não se esqueça que nós queremos uma gelatina mais firme, para que ela não derreta até a hora do lanche. Então temos que diminuir a quantidade de líquido em relação à de pó. Ou você tira de 30% a 50% desse suco, ou aumenta a quantidade de pó de gelatina. A marca que eu costumo usar pede 12g de pó para cada 500ml, então uso 300ml para a mesma quantidade de pó ou uso o dobro de pó para a mesma quantidade de suco. Eu sempre me mantenho nessa proporção de gelatina e dá certo.

O ágar-ágar, minha opção favorita e a mais saudável, é um pó de gelatina feito a partir de algas. Eu prefiro o ágar porque ele não precisa ir à geladeira para ficar firme, é uma ótima fonte de fibras, não altera o sabor do alimento e ele não derrete em temperatura ambiente. Já deu pra ver que facilita muito, né? Com esse produto é só usar a quantidade que é indicada no pacote, não precisa alterar nada. A gelatina não vai derreter. <3

Depois que você escolher seu pó e as quantidades, misture com o suco e leve ao fogo baixo até levantar fervura. Distribua a gelatina entre os potinhos e leve à geladeira. Como eu disse antes, o ágar-ágar nem precisa passar por isso, mas aqui gostamos da gelatina mais geladinha.

Eu gosto de fazer as gelatinas na noite anterior mas, se não der tempo, tente deixar umas 3 horas na geladeira, ok?

OBS: O ágar-ágar costuma ser encontrado com facilidade em lojas de produtos naturais. Se você optar em comprar pela internet, não deixe de usar o cupom THALITA948 para receber 7% de desconto em suas compras na loja Sam e Mamãe na Cozinha. Você encontra o ágar-ágar nesse link aqui.

Veja mais posts sobrecriancas, escola, gelatina, lancheira, nutrição
Compartilhe ❤