Agora com 33 semanas de gestação já finalizamos o enxoval do Bento! Como mãe de quarta viagem, acho que já consigo fazer um enxoval somente com coisas úteis, que sei que realmente vou usar. Em 2013, gravidíssima da Nina, eu já tinha compartilhado com vocês a lista de enxoval que tinha montado para comprar lá nos EUA (se quiser acessar clique aqui). Dessa vez me inspirei nessa lista, fiz algumas modificações e compramos o que precisaríamos para o Bento aqui mesmo.

Como vocês gostaram bastante da lista anterior, vou deixar disponível aqui a lista do Bento também. Até porque todas as compras foram feitas aqui e a grande maioria dos produtos é super acessível. Você pode acessar a lista, baixar e fazer suas modificações particulares. Fica bem prático! Para acessar a lista é só clicar na imagem abaixo:

Onde comprei:
Eu sempre tive preferência pela Carter’s, aquela marca americana cheia de peças fofíssimas, mas o dólar não quis colaborar e saí à procura de marcas nacionais em conta que tivessem uma qualidade legal. Uma leitora (Obrigada, Dani!) me deu uma dica bem legal: comprar o enxoval em loja que vende roupa infantil a quilo. Engraçado, né? Eu já tinha ouvido falar, mas nunca tinha pensado em ir atrás. Fui lá conferir e achei marcas conhecidas (que encontramos em várias lojas infantis) e finalizei quase 95% do enxoval num dia só. Então fica a dica para quem é de Brasília: Mania de Kilo (ADE conj 01 lote 06, entrada B – Águas Claras). Lá cada marca tem um preço próprio para o quilo e saiu tudo bem em conta (pelo menos 50% mais barato que em lojas normais). Só tenho duas observações: o valor mínimo da compra é R$ 500 e é necessário CNPJ para cadastro, ok? Mas achei que valeu MUITO a pena!

Comentei no vídeo (tá lá no fim do post!) que gosto muito de cueiros e compro os meus no Etsy.com, tipo um Elo7 americano. Só faço isso porque sou apaixonada por alguns dos tecidos que achamos facilmente lá nos EUA e aqui nem tanto. Comprei coisinhas artesanais para o enxoval da Nina e agora para o do Bento. Gosto muito do ateliê da Ahmelie. Nunca tive problemas com entrega e também nunca paguei imposto de importação.

Lojas online também me ajudaram muito agora que eu já estou maior e um pouco mais cansada. Comprei o ofurô (da Burigotto), produtos de higiene, capa para almofada de amamentação (a Boppy Pillow), meias… tudo pela internet. Costumo comprar na Netfarma e na Tricae.

Uma coisa que conheci agora mais o final e amei foi o serviço do brechó online Retroca. Lá dá para encontrar várias peças usadas super inteiras (eles têm um controle de qualidade muito bom) e garimpar coisas super fofas para o bebê. Comprei algumas roupinhas da Carter’s por um preço super bom =) Quem for do Sul ou Sudeste também consegue vender para o site peças que seu filho não usa mais. Legal, né?

Gravei um vídeo e dividi em dois (falei muito!) sobre o enxoval. Dei algumas dicas e mostrei algumas peças! Espero que gostem!



 

Veja mais posts sobrebebê, compras, dicas, enxoval, roupa, vídeos, YouTube
Compartilhe ❤

Uma das maneiras mais legais de esperar o bebê é, com certeza, montar o enxoval. Normalmente passamos meses escolhendo tudo nos mínimos detalhes. Mas, se não houver planejamento, finalizar essa lista de compras pode se tornar uma grande dor de cabeça.

Nas duas primeiras gestações eu montei enxovais enoooormes, seguindo algumas lista que costumamos encontrar em lojas de produtos infantis. Usei muita coisa, mas tenho noção de que gastei dinheiro com muita coisa inútil. Já na gestação da Nina, eu me preocupei bem mais com o planejamento e com a compra consciente. No fim das contas consegui montar um enxoval bem legal: básico, mas bem fofo.

Separei então algumas dicas de como economizar no enxoval do bebê:

1. Faça uma lista do que precisa
Seguir as listas enormes que encontramos por aí pode não ser uma boa ideia. O enxoval tem sempre que seguir o estilo de vida da família e o orçamento. Como essas listas são gerais, é muito difícil que sirva para todo tipo de pessoa. Converse com amigas que já têm filhos, pesquise na internet ou pare para pensar no enxoval do seu primeiro bebê (se você não for mãe de primeira viagem). Descubra o que é mais usado de acordo com o clima da época que seu bebê for nascer e defina quantidades. Eu já publiquei aqui no blog a lista básica do enxoval da Nina. Para acessar é só clicar aqui.

2. Defina uma quantia mensal para gastar com o enxoval
Montar um enxoval sem planejamento vai acabar em desperdício de dinheiro. O que mais funcionou pra mim foi fazer uma lista do que eu precisava comprar e definir uma quantia mensal que eu tinha para gastar com a lista. Se num mês via que roupinhas estavam em promoção, comprava. Achando o carrinho ideal por um preço legal, comprei. Mas nunca ultrapassando a meta mensal!

3. Compre produtos usados
Não medo tenha de comprar produtos de segunda mão. Hoje em dia está cada vez mais comum que mamães passem os produtos semi-novos dos bebês para outras mães. Uma maneira de achar roupinhas ou acessórios assim é ir em brechós especializados. Aqui em Brasília eu super indico o Peça Rara! Existem alguns grupos virtuais de mamães que se juntam com esse propósito. Algumas semanas atrás eu abri um grupo no Facebook para quem quiser vender e quem quiser comprar produtos usados de bebês e crianças. Para acessar é só clicar aqui.

4. Pesquise resenhas sobre os produtos
É muito importante pesquisar detalhes sobre os produtos que queremos comprar. Principalmente se for um produto caro! Às vezes vemos várias mães falando maravilhas de uma determinada coisa, compramos e nos arrependemos. Isso poderia ser evitado se pesquisarmos de verdade e ficarmos cientes de todas as características daquela coisa. Aí é só parar para pensar se aquilo se encaixa no nosso estilo de vida/orçamento.

5. Pesquise sobre a real necessidade de comprar certos produtos
Muita coisa que faz parte de enxoval de bebê pode ser inútil e um gasto desnecessário. Existem até certos produtos bem polêmicos! Tem gente que ama e gente que odeia… Por isso vale sempre aquela de dica de conversar com mães para saber o que pode ser bem útil e o que pode ser bem inútil.

6. Pesquise preço e peça desconto
Pesquisou e decidiu o que comprar? Ótimo! Mas não faça isso de primeira! Parar, pesquisar preço e negociar vale para qualquer compra. É legal esperar épocas de promoção e ir em lojas negociar preços. Não se esqueça de pedir desconto :)

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo:

Veja mais posts sobrebebê, compras, economia, enxoval
Compartilhe ❤

Eu já comentei aqui no blog (nesse post aqui) que eu optei por fazer o enxoval da Nina nos Estados Unidos. Só que eu não viajei pra lá! Comprei tudo na internet mesmo. Uma boa parte uma amiga me mandou lá de Los Angeles mesmo e outra parte eu pedi de outros sites que me enviaram direto.

O Bernardo sempre foi um bebê pequeno, então as roupas deles duraram muuuito tempo. Já o Tomás foi um bebê enorme e nem chegou a usar a maioria das roupas 0-6m. Considerando essa minha experiência com os meninos, resolvi comprar um enxoval bem básico pra Nina e depois me resolveria para completar o que faltasse. Fiz um post aqui no blog explicando um pouco mais sobre o enxoval (de roupas) e até incluí uma lista básica para as mamães de primeira viagem.

A maioria das roupas que eu comprei pra Nina enquanto estava grávida foi até o tamanho 6m (seis meses) e quando ela tinha quatro meses viajamos para Los Angeles. Eu fiquei enlouquecida com a oferta e o preço das roupinhas lá, então acabei comprando mais pela aparência do que pelo tamanho. Não fiz listinha e acabei comprando muita roupa que ela perdeu rápido. Então, desde essa viagem, já tive que completar o guarda-roupa dela duas vezes. E como se faz isso?

Complete o enxoval aos poucos, comprando um só tamanho de roupa. Ao invés de fazer um enxoval super completo, eu compro as roupas de um tamanho só, prestando atenção no crescimento da Nina. Quando as roupas começam a ficar pequenas, eu já encomendas outras do próximo tamanho. Assim dá para garantir que o bebê use bem as roupas.

Preste atenção das peças mais usadas pelo bebê. Esse tipo de informação só vem com o tempo, mas vale a pena observar. Ele usa mais body ou já está na idade de usar short e camiseta? Aí é frio ou calor? O bebê costuma de se sentir bem de macacão?

Pense em quantas trocas de roupa o bebê passa diariamente. O bebê se suja muito? Se usar muita roupa… ela é lavada e volta para o armário rapidamente? Tudo isso vai influenciar na quantidade de roupas realmente necessária para o bebê.

Faça uma lista! Baseando-se nas informações que eu falei ali em cima, faça uma lista de quais peças e quantas de cada você precisa ter e compre o que ainda não tem. Exemplo: você chegou à conclusão que o bebê usa quatro mudas de roupa todos os dias (três conjuntos de camiseta + short e um pijama) e tudo isso volta lavado para o armário em três dias. Faça as contas… Se você no final decidir que precisa de uns 10 bodies no armário e só tem 6… compre mais 4! Não se esqueça de compras algumas poucas peças para emergências: se for fazer um enxoval para uma época mais quente, tente garantir um ou dois conjuntos de calça + casaco, caso o tempo esfrie, por exemplo.

Saia para comprar ou compre na internet. Eu particularmente prefiro a segunda opção. Simplesmente porque prefiro comprar roupinhas importadas (da Carter’s no caso), já que pra mim elas tem o melhor custo-benefício. Mas isso vai de cada um, né? Eu costumo completar o enxoval comprando no site eOutlet4u  (já falei dele aqui). Esse site é americano e vende roupas Carter’s (e de outras marcas) com uns super descontos! Como é outlet, não tem todos os tamanhos de todos os modelos, mas dá para achar coisas bem legais se garimpar :) Já vou adiantando que fui taxada nas últimas duas vezes que comprei lá! Mas mesmo somando o valor dos produtos + o frete + o IOF (6,38% do total, no cartão de crédito) + o imposto (caso você seja taxada) vale muito a pena. Nesse site dá para pesquisar o produtos por marca ou tamanho e tem muita coisa legal. Dá para configurar o preço para que o valor já apareça em R$, aí fica mais fácil de “vizualizar” um valor final.

enxoval

Não estou ganhando nada para indicar esse site, mas como já comprei lá algumas vezes, acho que vale indicar um serviço de qualidade. O eOutlet4u é um site bem simples, mas quem quiser um passo-a-passo é só pedir aqui que eu faço um post ou vídeo ensinando como comprar lá.

Comprei várias roupas lindas e, como sempre, chegaram em perfeito estado e todas etiquetadas :)

roupasnina3 roupasnina2roupasnina

Quanto tempo demora? A única opção deles de frete é o Priority, então não demora muito. Nesse último pedido foi assim: comprei dia 18/09 e retirei nos Correios dia 07/10.

O que comprei? 2 vestidos (incluindo aquela calcinha), 1 jardineira, 1 saia, 2 calças, 1 camiseta fofa, 2 conjuntos de pijama (calça e camiseta), 5 bodies, 3 macacões (com pézinho), 2 conjuntinhos de short + body + cardigã, 1 conjuntinho de calça + body + casaco e mais algumas outras firulas (sapatinho, jaqueta. meia-calça etc)

Quanto gastei? Em torno de R$ 450, somando o preço dos produtos + frete + IOF + imposto e convertendo tudo isso pra R$.

Vale a pena? Bem, isso vai de cada um. Mas pra mim vale super a pena. Aqui em Brasília as roupas são caras e nem sempre são de qualidade. É claro que eu gosto de vestir as crianças de um jeito bonito, mas sempre penso primeiro na praticidade e priorizo roupas que sei que vão usar muito. Quem quiser montar vários looks e comprar um monte de coisa, com certeza vai gastar bem mais.

Espero que esse post seja aproveitado por você e, se tiver qualquer dúvida, é só comentar aqui embaixo ou me mandar um e-mail ok?

Veja mais posts sobrebebê, Carter's, compras, enxoval, roupas
Compartilhe ❤

Já fiz um post aqui sobre o enxoval da Nina. Só que esse post é de um mês antes de ela nascer. Agora minha bebê já vai completar 9 meses e eu resolvi vir aqui e fazer alguns posts atualizados. Afinal, é sempre bom saber o que foi útil ou não, né? Eu sei que eu sou mãe de terceira viagem, mas foi a primeira vez que eu organizei e fiz o enxoval sozinha, sem ajuda de mãe e sem ajuda de sogra. Então eu “errei” em algumas coisas, ou seja: comprei itens que foram inúteis e acabei comprando outros em menor quantidade do que eu precisava. Esse primeiro post vai ser sobre o enxoval feito fora do Brasil, mais precisamente o enxoval do bebê nos Estados Unidos. Eu não fui até lá, mas uma amiga me mandou tudo. Em breve farei um post sobre como fazer um enxoval lá sem viajar, ok (lembrando que eu tive que completar!)?

Decidindo viajar para fazer seu enxoval é bom saber a quais lojas você vai, certo? Eu já conheci e indico a BuyBuyBaby, a BabiesRus e outlets. No geral essas lojas você acha nas maiores cidades e tem uma boa variedade de produtos. Mas é sempre bom verificar antes. Exemplo: Nessa viagem de fevereiro fui na BabiesRUs em Los Angeles e não tinha variedade nenhuma, a BuyBuyBaby ficava super longe da cidade… Solução? Mandei ver na loja da Carter’s no Citadel Outlets. Pelo que eu saiba as pessoas normalmente fazem o enxoval em Miami e Orlando e lá tem vários outlets e essas lojas que eu citei.

É bom saber também que entrando em lojas assim você vai ficar maluca para comprar tudo! Os preços geralmente são maravilhosos (comparados aos do Brasil) e tem bastante opção. Para não ir à falência e/ou desperdiçar dinheiro é bom pesquisar os itens que você quer comprar (tente ler resenhas de produtos e decidir a marca/modelo) e já sair daqui com uma listinha.

O que eu mais comprei e usei? Roupas. Eu decidi comprar roupas para a Nina até 12 meses, mas foquei em comprar até 6, 9 meses em maior quantidade. O resto eu vou adquirindo ao longo do tempo. Comprei tudo da Carter’s, mas existem várias outras marcas.

Alguns dos itens já podem ser escolhidos aqui no Brasil, aí é mais fácil comprar pela internet (indico muito a Amazon.com) e pedir para entregar no hotel. Mas é sempre bom verificar com o próprio hotel se eles guardam as encomendas para você e se cobram taxa para isso :) Quais itens são esses? Carrinho de passeio, cadeirinha do carro (ou bebê conforto), bombinha de leite, babá eletrônica, brinquedos educativos, termômetro etc. Eu encomendei o carrinho e o bebê conforto daqui do Brasil, pelo site da BabiesRUs, e esses produtos foram entregues no hotel do meu marido. Deu tudo super certo! Fazer assim com parte das compras é fácil, já que são poucas as grávidas que querem/conseguem bater perna o dia inteiro.

Quais os itens que para mim foram essenciais? Bodies (manga longa e manga curta), macacões (com pé), mantas, bombinha de leite, carrinho e bebê conforto. Mas é claaaaro que eu não comprei só isso. Muita coisa que não é essencial e facilita muito a vida com um bebê. Quais: pomada Desitin (tem um post sobre ela aqui), termômetro de testa ou de orelha, tapete de atividades, móbile, Nosefrida (que desentope o nariz do bebê) e algumas outras coisas.

Eu não quero entrar em detalhes aqui sobre uma sugestão de lista, já que ela muda MUITO de família para família (orçamento, preferências, estilo de vida, clima da cidade onde mora etc). Mas fiz uma planilha com os produtos que eu comprei (na quantidade necessária, já que eu tive que completar o enxoval) e os preços de cada coisa (na época que eu comprei). Lembrando que esses são os produtos que eu comprei e usei mesmo. Os que eu não usei vão aparecer num post mais para frente.

Se você quiser dar uma olhada na planilha é só clicar na imagem abaixo (tabela atualizada em 2017).

lista

Repetindo: essa é minha lista, uma sugestão básica. O que seu bebê vai realmente precisar/usar vai depender do seu estilo de vida (aí é úmido? tem como lavar roupa todo dia? tem secadora?), do clima (quente, frio, gelado) e da empolgação dos pais (babá eletrônica, ginásio de brincadeiras, pula-pula, cds etc). Se você é pai/mãe de primeira viagem, minha dica é: não se prenda a listas gigaaaaantes que você vê por aí. A chance é bem grande que seu bebê não vá usar nem metade desses itens. Se você está viajando para comprar o enxoval, invista em roupas, carrinho e algumas outras coisas que vão realmente facilitar, mas não se deixe levar (exageradamente) pelas mil opções de sapatinhos e brinquedos que você vai achar por lá :)

Compartilhe ❤