Uma das maneiras mais legais de esperar o bebê é, com certeza, montar o enxoval. Normalmente passamos meses escolhendo tudo nos mínimos detalhes. Mas, se não houver planejamento, finalizar essa lista de compras pode se tornar uma grande dor de cabeça.

Nas duas primeiras gestações eu montei enxovais enoooormes, seguindo algumas lista que costumamos encontrar em lojas de produtos infantis. Usei muita coisa, mas tenho noção de que gastei dinheiro com muita coisa inútil. Já na gestação da Nina, eu me preocupei bem mais com o planejamento e com a compra consciente. No fim das contas consegui montar um enxoval bem legal: básico, mas bem fofo.

Separei então algumas dicas de como economizar no enxoval do bebê:

1. Faça uma lista do que precisa
Seguir as listas enormes que encontramos por aí pode não ser uma boa ideia. O enxoval tem sempre que seguir o estilo de vida da família e o orçamento. Como essas listas são gerais, é muito difícil que sirva para todo tipo de pessoa. Converse com amigas que já têm filhos, pesquise na internet ou pare para pensar no enxoval do seu primeiro bebê (se você não for mãe de primeira viagem). Descubra o que é mais usado de acordo com o clima da época que seu bebê for nascer e defina quantidades. Eu já publiquei aqui no blog a lista básica do enxoval da Nina. Para acessar é só clicar aqui.

2. Defina uma quantia mensal para gastar com o enxoval
Montar um enxoval sem planejamento vai acabar em desperdício de dinheiro. O que mais funcionou pra mim foi fazer uma lista do que eu precisava comprar e definir uma quantia mensal que eu tinha para gastar com a lista. Se num mês via que roupinhas estavam em promoção, comprava. Achando o carrinho ideal por um preço legal, comprei. Mas nunca ultrapassando a meta mensal!

3. Compre produtos usados
Não medo tenha de comprar produtos de segunda mão. Hoje em dia está cada vez mais comum que mamães passem os produtos semi-novos dos bebês para outras mães. Uma maneira de achar roupinhas ou acessórios assim é ir em brechós especializados. Aqui em Brasília eu super indico o Peça Rara! Existem alguns grupos virtuais de mamães que se juntam com esse propósito. Algumas semanas atrás eu abri um grupo no Facebook para quem quiser vender e quem quiser comprar produtos usados de bebês e crianças. Para acessar é só clicar aqui.

4. Pesquise resenhas sobre os produtos
É muito importante pesquisar detalhes sobre os produtos que queremos comprar. Principalmente se for um produto caro! Às vezes vemos várias mães falando maravilhas de uma determinada coisa, compramos e nos arrependemos. Isso poderia ser evitado se pesquisarmos de verdade e ficarmos cientes de todas as características daquela coisa. Aí é só parar para pensar se aquilo se encaixa no nosso estilo de vida/orçamento.

5. Pesquise sobre a real necessidade de comprar certos produtos
Muita coisa que faz parte de enxoval de bebê pode ser inútil e um gasto desnecessário. Existem até certos produtos bem polêmicos! Tem gente que ama e gente que odeia… Por isso vale sempre aquela de dica de conversar com mães para saber o que pode ser bem útil e o que pode ser bem inútil.

6. Pesquise preço e peça desconto
Pesquisou e decidiu o que comprar? Ótimo! Mas não faça isso de primeira! Parar, pesquisar preço e negociar vale para qualquer compra. É legal esperar épocas de promoção e ir em lojas negociar preços. Não se esqueça de pedir desconto :)

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo:

Veja mais posts sobrebebê, compras, economia, enxoval
Compartilhe ❤